Submeter

Inventário Emissões GEE - O que é um Inventário de Emissões de GEE?

A exposição dos problemas climáticos nos “midia” e os sinais do aquecimento global, ainda que discretos, levaram diversas entidades políticas do planeta, cientistas, empresas, além de parte da sociedade civil a mobilizarem-se com o intuito de implementarem medidas para a contenção do aquecimento global, por meio da estabilização da concentração dos gases do efeito estufa (GEE).

Neste cenário, as medidas de incentivo para o desenvolvimento de práticas ambientalmente responsáveis não só aumentaram, como também a sociedade (nacional e internacional) passou a exigir, tanto das entidades públicas como das privadas, o efectivo desenvolvimento de projectos e de práticas que contribuam, especialmente com a redução de GEE.

O Inventário de Emissões é uma espécie de “exame médico completo” que se realiza á empresa, ou grupo deempresas, sector económico, cidade /autarquias, País, para se determinar fontes de gases de efeito estufa (GEE) nas actividades produtivas e a quantidade de GEE lançada à atmosfera.

Um Inventário de Emissões deve ser estabelecido como um processo contínuo, que permita identificar a evolução dos esforços de mitigação de uma instituição ou região e aprimorar essas medidas progressivamente. Para colocar em prática um inventário de emissões, é importante adoptar metodologias ou protocolos reconhecidos, como é o caso do GHG Protocol.

Para suprir as necessidades deste novo mercado, surgiram diversas normas, entidades e organizações, criando bases confiáveis de informação e estabelecendo parâmetros mundiais para a resolução de problemas relacionados com o tema.

Exemplos delas são o GHG Protocol, a série de normas ISO 14064 e a UNFCCC.

A elaboração deste Inventário de Emissões de GEE baseia-se nas diretrizes e recomendações das normas supracitadas e que são fundamentais na determinação de diversos parâmetros, sendo estes:

- Avaliação e quantificação das fontes de emissão de GEE;

- Delimitação dos limites de contabilização (project boundary);

- Escolha factores de emissão sectoriais;

- Avaliação das fontes de dados e intervalos de confiança;

- Análise fontes de emissão diretas e indiretas;

- Aplicação das Metodologias de Linha de Base;

- Análise de elegibilidade dos modelos de cálculo de emissões de GEEs.

Próxima Convenção das Nações Unidas sobre Mudança do Clima
Próxima Convenção das Nações...
Sétima Conferência das Partes (COP 17) da Organização das Nações Unidas sobre as Alterações...
2011.03.10
Empresas podem ser financiadas até 45%
Empresas podem ser financiadas...
Como financiar a responsabilidadee social e a Igualdade de Oportunidades na sua empresa?
2011.03.01
The Social Carbon Company is now  'Sustainable Carbon'
The Social Carbon Company is...
Commencing immediately, the Social Carbon Company will now be called Sustainable Carbon. The change...
2011.03.01
WORKSHOPS IEM CARBONO SOCIAL
WORKSHOPS IEM CARBONO SOCIAL
NORMA INTERNACIONAL SA 8000 CERTIFICAÇÃO EM RESPONSABILIDADE SOCIAL
2011.03.01
Carbon Market Insights Americas
Carbon Market Insights Americas
Point Carbon Thomson Reuters invites you to the 4th annual Carbon Market Insights Americas in the heart...
2011.03.01
National Sustainability Conference
National Sustainability Conference
This conference builds on the Climate Change @ Work series of conferences which take place in Australia...
2011.03.01
BCSD Portugal
BCSD Portugal
BCSD Portugal – Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável
2010.07.15
Carbon Expo
Carbon Expo
Nos dias 26, 27 e 28 de Maio de 2010, teve lugar em Colónia (Alemanha) o evento...
2010.07.15
UNEP
UNEP
United Nations Environment Progranme - environment for development
2010.07.14
Alterações Climáticas - Low Carbon Economy (Economia de Baixo Carbono)